Minha forma de sempre me lembrar de como sou feliz!

Mês a mês

Porque "viajar é trocar a roupa da alma"...

Viagens

Home sweet home

Toronto

Canadá Viagens

Um dia no Algonquin Park

Nesse feriado de Labour Day nos programamos para passar 3 dias acampando no Algonquin Park, um parque muito muito lindo que fica a aproximadamente 3 horas de Toronto. Reservamos carro, camping e fomos! O dia de sábado foi maravilhoso, aproveitamos muito, mas domingo e segunda a previsão era apenas de chuva, então no domingo cedo voltamos pra casa pra aproveitar o resto do feriado em Toronto. A sorte foi que aproveitamos muito o dia de sábado, e já ficamos com muita vontade de voltar pra lá no outono. São tantas árvores que deve ficar uma maravilha quando as folhas começarem a trocar de cor!

Saímos de Toronto às 5 da manhã e chegamos ao Algonquin Park por volta das 8 da manhã e já fomos direto para a Mizzy Trail, que sabíamos que era uma trilha de aproximadamente 6 horas de duração, 11 km e onde tinha a maior probabilidade de vermos vida selvagem. A trilha é muito bem sinalizada, a cada poucos metros você escontra um sinal azul para mostrar que está no caminho certo. A trilha é de dificuldade moderada, o que significa que tem subidas, caminhos estreitos, raízes de árvores, mas também partes muito tranquilas. A trilha é dividida em 13 partes, e cada uma delas é um ponto onde você tem maior chance de encontrar uma espécie de animal diferente. Os princiapais animais que vivem por lá são Castores, Lontras, Veados, Alces, Ursos, Lobos e Tartarugas.
O horário ideal para você conseguir ver algum animal é ou no nascer ou no por do sol. Fomos entre esses dois horários e de fato o único animal da lista que vimos foi a tartaruga, além de esquilos e um pica-pau! Ficamos meio decepcionados? Ficamos, mas no fundo fiquei feliz porque eu não estava em um zoológico e sim no meio da natureza, onde eles podem fazer o que bem quiserem!

Último ponto!

Cansado!

Quando acabamos a trilha, fomos pro camping fazer nosso check-in e estava super cheio, sorte que já havíamos reservado nosso tent site! Na entrada do camping vimos vários cartazes falando que os ursos estavam pela região e que as comidas deveriam ser guardadas. A moça do camping disse também que nada de comida dentro das barracas e que deveríamos trocar de roupa antes de dormir se tivéssemos cozinhado na fogueira!

Depois fomos para o Two Rivers Lake para o Leo treinar um pouco a pilotar o drone (deu mais ou menos certo), e a vista de lá é maravilhosa, eu poderia passar horas lá. Ficamos doidos para canoar por lá e com certeza é algo que ainda faremos muito!

No por do sol fomos fazer a trilha do Lookout Trail, que é uma trilha de 2km, sendo 1km de pura subida (pesada) para chegar e outro para voltar. Quando chegamos lá em cima nem acreditamos, foi uma das vistas mais bonitas que já vi na vida. É uma pena que a foto não mostre nem 1/10 da profundidade da beleza do lugar, só o que posso dizer é que vale muito a pena ir para ver ou o nascer ou o por do sol. É maravilhoso!!! Como fomos no por do sol, na hora de voltar estava escuro e o pessoal que estava lá em cima disse que viu um urso enquanto subiam.. Descer o 1km no escuro, sem lanterna, com medo de um urso aparecer não foi uma experiência nem um pouco agradável! Agradeci muito quando cheguei bem lá embaixo kkkk.

Depois disso ainda fomos curtir o crepúsculo no Two Rivers Lake, tinham patos nadando na lagoa, foi muito gostoso. Eu amo fazer esses programas em que não se precisa de muita coisa, só estar em contato com a natureza já é maravilhoso!

Fomos para o acampamento fazer nossa tradicional janta de camping (hot dog e batatas assadas) e ficamos com muito medo de aparecer algum urso faminto por lá… Aprendemos a nunca mais deixar para cozinhar depois do por do sol, não vale a pena! Como estamos com viagem para Banff marcada, pesquisamos melhor sobre como lidar com aparições de ursos e já vamos mais bem preparados para lá!

Voltando para casa debaixo de chuva!

Foi uma viagem curta de apenas um dia, mas aproveitamos tanto e já nos apaixonamos pelo lugar! A viagem de volta, dirigindo pelo parque praticamente no meio de uma floresta, foi outra experiência muito única, uma das estradas mais lindas que já andei na minha vida! Quero muito voltar esse ano ainda no outono quando as árvores estiverem todas vermelhas, laranjas e amarelas!

Previous Post Next Post

You may also like

Leave a comment

Leave a Reply