Minha forma de sempre me lembrar de como sou feliz!

Mês a mês

Porque "viajar é trocar a roupa da alma"...

Viagens

Home sweet home

Toronto

Viagens Viajando dentro do Canadá

Uma semana em Banff e Jasper – Parte 1

Conhecer Banff era um sonho… As fotos de lá sempre foram as coisas mais lindas que eu já vi, os lagos azuis, montanhas com neve, vida selvagem… Desde que decidimos passar esse primeiro e segundo ano de Canadá viajando pelo país, colocamos Banff como prioridade, planejamos bem, ficamos atentos aos preços das passagens e em março compramos as passagens para viajar em Setembro! A viagem parecia tão distante e nesse meio tempo fizemos outras viagens, e quando eu menos esperava o dia já estava chegando! Passamos 5 dias na cidade de Banff e 3 em Jasper, e foram duas experiências muito diferentes uma da outra e amei tudo que vivi nessa viagem, que foi cheia de primeiras-vezes para mim!

Dia 1

Chegamos em Calgary por volta das 9 da manhã, alugamos o carro, passamos no No Frills para fazer as compras pro acampamento, paramos rapidinho no subway para almoçar e fomos direto para o Peyto Lake. Sabíamos que seria uma viagem de umas 3 horas, por isso almoçamos em um fast food, porque estávamos ansiosos para começar logo a viagem! De começo, quando mal havíamos saído de Calgary ainda, já ficamos impressionados com a vista da estrada, com as montanhas com neve ao fundo, uma coisa de outro mundo!

Quando chegamos no Peyto Lake já demos de cara com uma das vistas mais lindas da viagem. O lago é maravilhoso e o acesso ao mirante é super fácil. A maioria das pessoas ficam apenas nesse mirante, mas nós resolvemos seguir a trilha que continuava e pegamos a saída para o Bow Lake Lookout. A trilha foi super difícil pois era subida pura e chegando lá em cima não achei que valeu taaaanto a pena. Sim, é lindo, ver a natureza de cima, o lago láá embaixo.. Impressiona! Mas foi super super cansativo e eu não faria novamente!

Peyto Lake – fácil acesso

 

Bow Lake Lookout – trilha

Voltamos para Banff e jantamos no restaurante totalmente vegano que tem na cidade. Preciso ser sincera e dizer que não gostei muito… Pedi os Nachos que vinham com 29 toppings, mas descobri que prefiro mesmo o tradicional, e não nachos com frutas e verduras kkkk. O Leo pediu Fajitas e estavam gostosas!

Nachos Exóticos

Essa primeira noite tivemos que dormir em um hostel e em quartos separados por planejamento errado kkkk reservamos o camping para uma noite depois!

Dia 2

Acordamos às 6hrs e fomos para o Lake Louise. Sim, tem que acordar super super cedo e é recomendado que se chegue lá antes das 7 da manhã e quando chegamos lá eu entendi o porque. Antes das 7, já tinha uma quantidade considerável de turistas lá! Vimos o nascer do por do sol lá e foi maravilhoso ver a luz laranja se refletindo nas montanhas com neve… Ficamos um pouco lá, mas estava bem frio e fomos para a cidade passear e conhecer um pouco de Banff.

De lá fomos para o Emerald Lake e fizemos a trilha ao redor dele que é super fácil e vale a pena para ver o lago de todos os lados! Terminando a trilha, alugamos uma canoa e ficamos pelo lago por 1hora e foi maravilhoso estar lá no meio do lago, naquela paz e silêncio! Foi um sonho realizado!!

Voltamos para Banff e jantamos no Maclab Bistro e foi uma surpresa maravilhosa: foi o melhor restaurante que fomos durante a viagem! Leo comeu uma salada com falafel e eu comi uma pizza de vegetais caramelizados que estava DIVINA! O lugar tem uma vista linda e o restaurante fica no Banff Centre for Arts and Creativity, que são prédios super modernos e interessantes!

Fomos para o nosso camping, armamos a barraca, Leo fez uma fogueira, comemos marshmallows e fomos dormir nos nossos sleeping bags novos que, aliás, foram super bem aprovados!

Dia 3

Esse foi um dos dias mais especiais da viagem e é por isso que eu vou fazer um post só pra ele!

Dia 4

A intenção era fazermos o combo Lake Moraine + Consolation Lake nesse dia, mas teríamos que sair bem cedo e acabamos perdendo a hora. Resolvemos tirar um day off no camping para descansar, pois o dia anterior tinha sido bem cansativo! Acordamos tarde e fomos num mercadinho comprar coisas para fazer o almoço, que foi macarrão com molho vermelho! Detalhe que fizemos tudo na fogueira, fervemos a água, cozinhamos o macarrão, esquentamos o molho! Ficamos super orgulhosos!!

O camping é inteiro cercado por cerca elétrica como proteção contra ursos :O

Estava bem friozinho, então ficamos na barraca o dia inteiro e saímos as 17hrs para fazer a janta clássica de acampamento: hot dog! Estava tão frio que durante a viagem toda não precisamos de cooler, tudo ficava perfeitamente conservado só com a temperatura ambiente!

Fomos ver o por do sol no Lake Moraine, mas acabamos nem ficando muito, pois o céu estava nublado e começou a nevar, mas mesmo assim já deu pra ver a beleza surreal do lago. Lindo, lindo, lindo!

Dia 5 – Ou melhor, dia de ver animais!

Fizemos a trilha do Consolation Lake de manhã. É uma trilha bem legal e super tranquila, dá pra fazer mesmo se você não tem preparo físico ou se está com crianças! Lá no fim da trilha, quando chegamos no lago, à nossa direita vimos um urso! Ele estava super distante da gente e bem na dele, indo de arbusto em arbusto, comendo tranquilamente. Foi super emocionante ver um urso ali no habitat natural dele, cada um na sua, ninguém querendo incomodar o outro. Foi uma experiência incrível!

Placa no início da trilha

Depois da trilha fomos pra cidade almoçar e fizemos check-in no hotel as 15hrs. Nós amamos acampar, mas escolhemos duas noites durante a viagem para ficar no hotel, uma no meio e a última noite.

Descansamos e às 18:30 fomos para o Golf Course para tentar ver alguns Alces, pois sabíamos que lá era um lugar onde eles geralmente ficam nesse horário. Logo que fomos chegando o Leo já avistou os bonitinhos! Maravilhosos! Eles andam sempre em bandos formados por um macho alfa e as fêmeas e filhotes. O macho é sempre muito lindo e imponente, de perder o ar!

O engraçado é que os alces ficam bem no meio do campo de golfe e o pessoal que está lá pra jogar fica espantando eles hahaha achei muito inusitado!

Do Golf Course fomos para o estábulo da cidade, onde sabíamos também que teria chance de ver outros alces e de fato lá estavam eles! O Leo conseguiu chegar bem perto de um para tirar fotos, mas ele não gostou muito e deu uma espécie de relincho que fez a gente sair de perto bem rapidinho!

De lá, fomos jantar no Maclab Bistro novamente e, para a nossa surpresa, chegando lá, encontramos mais 3 alces na porta do prédio! Eles eram machos, mas eram bem mais novinhos e bem mais amigáveis, podia se passar do lado deles que nem ligavam.

Sério, que dia especial!

 

Previous Post Next Post

You may also like

1 Comment

  • Reply Isabela Tonon - Uma semana em Banff e Jasper – Parte 2

    […] Você pode ler a primeira parte da viagem que passamos em Banff aqui. […]

    22/10/2017 at 21:52
  • Leave a Reply